PSICOTERAPIA

A psicoterapia é uma abordagem focada na dinâmica intra e interpsíquica, que usa a linguagem e outras formas de expressão da subjetividade como recursos principais para acolher, transformar e cuidar de pessoas que apresentam conflitos psicossociais ou estão enfrentando processos de intenso sofrimento psíquico, passaram por eventos traumáticos ou ainda desenvolveram sintomas que, se não cuidados, podem acarretar em comprometimentos da sua saúde mental.

Nossas Abordagens

Infanto-Juvenil

Jovens e Adultos

Grupo de Saúde Mental

Profissionais responsáveis

Leonardo da Cunha

Susan Gumes

Ricardo Romanha

Fábio Costa

PSICOTERAPIA INFANTO-JUVENIL

A psicoterapia com crianças e adolescentes tanto é um espaço de acolhimento de angústias, inseguranças e conflitos em todas as fases do desenvolvimento subjetivo infanto-juvenil, como também é a oportunidade, em muitos casos, de orientação e intervenção com a família.

Na psicoterapia com crianças, a ludicidade é um elemento central, sabendo que a criança se expressa em diversas linguagens e pode projetar seus impasses psíquicos, medos e elaborar sentidos para a vida através dos jogos, brincadeiras, desenhos, interpretação de histórias e canções.

O psicólogo infanto-juvenil tem uma formação que privilegia um escuta aberta, ética e inventiva para investigação e interpretação do que cada criança e adolescente traz e quer comunicar com seus sintomas, comportamentos e discursos. Também está atento para a ampliação das exigências sociais e as dificuldades impostas a um processo de subjetivação mais saudável, com maior autonomia, flexibilidade.   Neste sentido apoia a criança e o jovem a reconhecer suas potencialidades, se implicar em seus atos,  bem como ajuda, em muito casos,  os pais a reconhecerem suas angústias e posicionamentos nos sintomas dos filhos.

PSICOTERAPIA PARA JOVENS E ADULTOS

Na psicoterapia para adultos, o profissional se utiliza de estratégias específicas que permitem ao paciente a redução e alívio do seu sofrimento e o processo de autoconhecimento.

 

Na psicoterapia com adolescentes, o discurso verbal pode ser acompanhado de outros recursos simbólicos, como a utilização de músicas, filmes, textos reflexivos e poéticos, levando em conta também especificidades e dilemas da cultura contemporânea: as redes sociais, a utilização de tecnologias conectivas e os movimentos de formação de identidades e vínculos sociais.

Abordagens trabalhadas:

  • Psicanálise

  • Psicoterapia sistêmica para casais, família ou individual

  • Psicoterapia fenomenológica-existencial-humanista